quinta-feira, 20 de abril de 2017

Salão do Livro 2016

Siiiiiiiiiiim, eu sei!
Estamos no ano de 2017 já há 4 meses! Siiiiiiim, eu sei! O Salão do Livro aconteceu em outubro do ano passado. Novamente, mantivemos a "tradição" de fazer postagem de eventos, muito tempo depois deles terem passado. E sempre digo que quero parar com essa tradição mas é bem difícil...


Enfim... Em outubro do ano passado, aconteceu o 7º Salão do Livro de Presidente Prudente no IBC Centro de Eventos e nós estivemos lá! Foram 10 dias de programação, muitos livros, ateliê de ideias, palcos de shows, praças de leitura, praça de alimentação e muito mais coisas! Foi registrado um montante de 82 mil visitantes de toda a região!

Fomos convidados pelo Murilo, um dos organizadores do evento, a participar com nossos quadrinhos. O evento calhou com o fim da campanha do Era Uma Vez, mas infelizmente não deu tempo do livro ficar pronto a tempo de ser lançado por lá. De todo modo, produzimos novos impressos para levar e fomos muito bem recebidos!

Nossa mesa ficou próxima ao estande de artistas e escritores da região, e também da exposição de artes do nosso parceiro Paulo Alberto. Infelizmente, não conseguimos comparecer todos os dias por lá, devido a compromissos externos, então fomos nos fins de semana. Estivemos presentes eu, Fábio Gesse, nossa revisora Érica Samizava, nosso desenhista Lucas Gesse e Carol, a namorada dele. Foram 4 dias cansativos, dois em cada fim de semana. Fizemos bons contatos com artistas daqui também, além de vender alguns exemplares de quadrinhos. Finalmente conhecemos o autor Jonathan Freire, que faz os gibis do Super Dentinho aqui em Presidente Prudente! Tentamos falar com a escritora Paula Pimenta também, mas a fila de autógrafo dela estava quilométrica!

Após gastarmos muito também com livros e mangás, encontramos nosso artista Juan Vilas que estava perambulando por lá para participar do bate papo que aconteceria com Affonso Solano, autor do livro Espadachim de Carvão. Então fomos com ele e aproveitamos a deixa para presentear o escritor com um exemplar de De Repente, Shoujo! que não é bem a cara dele, mas era o que tínhamos de melhor no evento. Ganhamos autógrafos e sketchs dele também, foi bem massa!

Ao final, fomos para uma merecida pizzaria com a sensação de dever cumprido e cheios de vídeos e fotos que eu não postei antes por falta de tempo (Ou preguiça). Mas que agora, essa dívida está paga!

Confiram um vídeo que gravamos mostrando como estava o evento. E também vejam as fotos que tiramos por lá! Até a próxima!


































segunda-feira, 17 de abril de 2017

[Novel] Simplesmente: Eu e Você! - Capitulo 01

Fala galera!
Após 15 dias da publicação do prólogo, traremos o primeiro capítulo da novel Simplesmente: Eu & Você! de Saieso Seraos! O feedback que tivemos nessas duas semanas foi bastante variado. Alguns gostaram de ver algo diferente por aqui, e outros disseram que não tem muito a ver com o nosso ramo, que é quadrinhos. Só o que posso dizer é que, quem acha que só trabalhamos com quadrinhos, está ligeiramente enganado. Já publicamos contos aqui no site (Poucos, eu sei... Mas publicamos!) e também uma série de fanfic em texto. O lance é que o estúdio tem pretensões de fazer publicações diferentes para todos os gostos, não só quadrinhos. Talvez poderemos nos tornar uma mini editora em breve, e não ficaremos só nos quadrinhos caso isso aconteça. Os trabalhos de receber manuscritos, revisar, ajustar e essas coisas, são trabalhos editoriais que estão nos ensinando bastante e nos ajudando a crescer editorialmente. Quem sabe não poderemos trazer um livro a vida em breve? Enquanto isso, leia o capitulo 1 desta primeira novel publicada por aqui! Agradecimento especial a nossa revisora Érica Samizava pelo tempo dedicado a obra! Boa leitura!


Simplesmente: Eu & Você!
Autor: Saieso Seraos
Gênero: Romance
Revisão: Érica Y. Samizava

Quinta-feira, 1 de março de 2012


# 01

Paraíso, Tocantins, Brasil.

- Então você precisa mesmo ir? – Pergunta o amigo.

- Sim, é necessário – responde ele.

- Mas e o trabalho como vai ficar? – Uma amiga pergunta.

- Bem, ainda não sei... Provavelmente irei abandonar, caso não me recupere logo – ele responde. De qualquer forma, pretendo fazer meu relatório final assim que chegar de viagem e encaminhar para a empresa – ele complementa.

Por alguns instantes, eles ficam em silêncio, pensativos, encaram um aos outros, mas não pronunciam sequer uma palavra nestes minutos; o que dá para ouvir é apenas o som dos carros passando na rua em frente ao hotel em que estão hospedados.

- Bom, preciso me apressar senão perco o horário do ônibus. Alguém de vocês irá me acompanhar até a estação? – Ele pergunta.

- Creio que eu não tenha o que falar, já que finalizamos nossa parceria aqui – responde o amigo – quanto à Lorena, talvez vocês ainda precisem se falar – complementa, dando um tapinha nas costas da garota e indicando para segui-lo.

Os dois amigos se despedem um do outro, prometendo que em breve se veriam novamente. O táxi já o aguardava, ele abre a porta para a garota entrar, depois guarda os pertences no porta-malas do carro e assim prosseguem viagem. Uma viagem com duração de quinze minutos que parecia uma eternidade para os dois, o tempo congelou, não se ouvia nada além das músicas tocando na estação de rádio naquele táxi. Até que...

- É... eu... – ela tenta puxar assunto.

Ele mantém-se quieto e em silêncio. Nem olha para a esquerda e nem para o seu lado direito onde ela está sentada, olhar fixo à sua frente. E quando ela foi abrindo a boca novamente para expressar alguma palavra...

- Obrigado, Lorena – diz ele.

- Ãhn... mas o quê? – Fala ela sem entender o porquê d’ele agradecê-la.

- Você está muito tensa garota, se acalme. Até parece que a gente não vai mais se ver ou que eu vou morrer – diz ele com um sorriso no rosto – Estou só agradecendo você pelo serviço prestado durante esses meses que trabalhamos juntos na empresa, pela companhia, por sua dedicação e atenção que teve a minha pessoa neste pouco período que estive aqui nesta cidade. Obrigado por tudo – complementa ele.

- Ah sim, desculpe – responde ela.

Ele dá sinal com sua mão indicando que está tudo bem. Logo à frente avistam a estação rodoviária da cidade, e ele, como sempre, permanece calmo, mas ela, a tensão parece que quer matá-la, suas mãos suam frio, seu rosto ficou um pouco pálido, mesmo tendo a pele corada.

Alguns segundos depois eles já estavam descarregando as malas, ele paga o taxista, o agradece e prossegue para o ponto da bilheteria pagando sua passagem e indo para os assentos aguardar o momento da saída à seu destino. Ela senta ao lado dele e fala ainda com sua voz trêmula:

- Vo... Você vai embora mesmo?

- Porque me perguntas isso? – Retruca ele.

- Você disse que iríamos ficar juntos até o fim do ano, não estamos nem na metade do ano e você já está nos deixando! – Diz ela um pouco nervosa – Por que tem que ser assim? Por que você precisa ir? O que está acontecendo que você não nos diz nada, não me fala nada? – Ela pergunta e se cala de imediato com expressão de envergonhada.

- São muitas perguntas, mas só tenho uma resposta – diz, olhando para Lorena.

Todos que estavam próximos da plataforma de embarque ficaram atônitos olhando para a garota que parecia muito irritada quando fazia aquelas perguntas ao garoto. Havia muitos curiosos, uns espantados com a reação súbita dela, enquanto outros aguardavam uma resposta do garoto.

Ele vira-se para o lado da garota, segura suas mãos, olha para ela e diz:

- Entendo muito bem o que você está sentindo neste momento, mas nem tudo acontece como realmente queremos ou planejamos. Este não é um adeus, ainda nos veremos, e quando esse dia chegar iremos lembrar e sorrir juntos, então Lorena, levante esta cabeça e sorria, não fique cabisbaixa assim, pois você é uma garota inteligente e esperta, sempre sabendo o que dizer, o que fazer em momentos difíceis. Você pode não entender agora o porquê de tudo isso, mas um dia terás a resposta e ficará feliz.

Lorena ergue um pouco o seu rosto e olha para ele. Em seus olhos, lágrimas correm como uma cachoeira com sua nascente ao seu topo que jorra água em abundância, assim o rosto dela transmite este tipo de situação. Todos os que estavam ainda observando, param de olhar rapidamente, desajeitados com o que acabavam de presenciar. Ele leva sua mão e alisa a cabeça dela tentando acalmá-la e tenta consolá-la, pedindo para que não chorasse.

Depois de chorar muito, ela se acalma. O casal fica em silêncio até que o ônibus chega ao terminal, o rapaz levanta e despede-se dela. Mais uma vez, a garota começa a chorar; é um pouco desconfortante para ele, mesmo assim, abraça-a, dá-lhe um beijo em sua testa e entra no ônibus.

O que se vê da janela do ônibus é o rosto de Lorena com olhar infeliz e os olhos lacrimejando, é uma cena triste e comovente, alguém que tanto sonhou, ou ao menos pensou ter encontrado a resposta para algo que tanto esperava acontecer, o destino ou, seja lá o que for, retirou do seu caminho como um vento na palha que vêm e carrega como se não fosse nada, como se fosse apenas uma ilusão, um sonho e nada mais.

- Ufa! Parece que o ônibus não ia chegar mais – Sussurra baixinho ele aliviado – vou aproveitar e tentar descansar um pouco durante a viagem – continua sussurrando. Desta forma encosta sua cabeça sobre a janela, e já chegando ao entardecer, dá para ver pela janela o pôr-do-sol. Enquanto ele olha as árvores passando em uma velocidade rápida, seus olhos vão se fechando lentamente, é o cansaço de longos dias de esforço e trabalho sem dormir direito acumulado em seu corpo, sem comentar a fadiga e pressão mental devido à grande responsabilidade que tinha sobre aquele serviço naquela cidade pela empresa.

Quando seus olhos se fecham completamente, começa então a passar um filme sobre ele; é como se estivesse ali dentro de sua própria história vendo a si mesmo e as demais coisas que já havia vivido, as cenas são impressionantes e dentre elas está ela: Lorena Starlin, a garota que ele deixou para trás em prantos e desiludida. A cena do primeiro encontro com ela, a confissão dela e então os dois começaram a sair. Até a lembrança distante de não querer se comprometer com ninguém lhe veio à mente... Foi por insistência dela que acabaram iniciando um relacionamento.

Os abraços, apertos de mão, o andar sobre a rua de mãos dadas, tudo isso vem à sua memória como um relâmpago e, ao mesmo tempo, como se parasse o tempo naquele instante, não é algo para se vangloriar, já que a maioria dos jovens de sua idade quando namoram já tem os “pegas e amassos”, mas sempre foi diferente com ele, sem apegação, sem beijo na boca ou qualquer cena mais picante que fosse, bom pelo menos era isso que ele imaginava na época, tinha que ser algo totalmente puro.

Não foi aquilo e nem outra coisa do tipo que ele sonha, não do jeito que os outros queriam, que falavam que ele deveria fazer, insistiam, mas ele não dava ouvidos – “Um alívio...” – pensou ele, conseguiu se sair da melhor maneira possível, sentia o seu coração em paz.

- Moço? – Uma voz ecoa sobre seus ouvidos...

- Ei moço? – Alguém o chama novamente e desta vez balança o seu ombro. Ele se espanta, quando percebe que é o cobrador do ônibus avisando que havia chegado a seu destino.

- Obrigado! – Ele agradece ao cobrador por acordá-lo.

Ele desce do ônibus, estica suas pernas, seus braços e dá aquele respiro bem fundo, sentindo um ar diferente como se fosse uma nova vida, um novo mundo, uma nova direção encontrada. Dali, pega um coletivo e vai para sua casa, aliás, sua cidade natal – Palmas – Tocantins.

***
O que virá a seguir? Lorena ainda conseguirá rever seu amado, ainda terá ela uma nova chance de reconquistar o coração de Roberto? Não deixe de acompanhar esta emocionante história romântica! Continua no Capítulo 02!

Até a próxima!

segunda-feira, 3 de abril de 2017

[Novel] Simplesmente: Eu e Você! - Prólogo

Bom dia, pessoal!
Há vários anos eu venho dizendo que o Estúdio Armon não é um lugar apenas para quadrinhos mas para qualquer tipo de arte. E como às vezes trilhamos pelas linhas do ramo editorial, hoje traremos uma proposta um pouco diferente do que já trouxemos antes. Recentemente, um novo artista integrou a equipe, ele é conhecido como Saieso Seraos, quadrinista, roteirista e escritor, e para começarmos os trabalhos dele conosco, vou lhes apresentar um pequeno livro, uma pequena novel que ele está escrevendo. Provavelmente a publicação será quinzenal, ou seja, a cada duas semanas, traremos um capítulo sequencial de sua história chamada Simplesmente: Eu & Você! Hoje apenas o prólogo deste romance, esperamos que gostem!


Simplesmente: Eu & Você!
Autor: Saieso Seraos
Gênero: Romance
Revisão: Érica Y. Samizava

"A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa."
(Karl Marx)


# PRÓLOGO

“Como a vida nos prega peças, como é complicado as coisas, tudo parece não ter solução, a vida é cheia de mistérios, não consigo entender, é como se estivéssemos caindo em um poço sem fim, tudo se torna tão intenso, as minhas pálpebras ficam cada vez mais pesadas, é como se algo estivesse faltando, ou seria o fim, ou talvez não, quem sabe; se bem que cada dia que passa é um segredo a mais a ser descoberto, um mistério a ser desvendado. Só sei que o que vejo são quatro paredes, cortinas, um ventilador, e bem, sinto cada toque, cada suspiro dela... É como um terremoto abalando toda a estrutura de uma cidade ou um vulcão entrando em erupção, uma sensação que não sentia há muito tempo... Pode ser a idade, já que esta não espera, o tempo é crucial para todos, ele vem, sempre vem, não importa quando e a quem, mas contra esse não podemos lutar...”.

Não sei por quanto tempo vou segurar, é muito bom, preciso fazer isso mais vezes. Ela? Bem... olhar intenso, cabelos compridos e negros, um belo corpo escultural, um sorriso arrebatador, como posso dizer – Perfeita! – Sua pele macia e, nossa que perfume, um doce e requintado aroma, ou seja lá como se fala, só posso dizer que é tudo e um pouco mais de bom que um homem desejaria ter. Aparentemente, esta noite conseguimos quebrar nosso recorde de vezes. Sim, desta vez foi como se estivesse sendo nossa primeira vez, uma noite maravilhosa, esplêndida, nada como uma noite desta – quem sabe não façamos mais vezes! Quem sabe...

***

Curtinho mas em breve o capitulo 01 chegará com um pouco mais de conteúdo. Essa foi só uma palinha para os fãs de livros! Aguardem!
Até a próxima!

sexta-feira, 31 de março de 2017

Action Hiken #17 - Março/2017

Mas está parecendo uma praga dos invejosos...
Todo mês agora, atrasamos ao menos um dia! Sempre alguma coisa atrasa ou dá errado e acabamos por entregar a revista após o dia 30, que seria nosso dia de publicação oficial. Enfim, melhor não falarmos de coisa ruim porque esse mês a Action Hiken está demais com DUAS estréias!

Se você ainda não conhece a Action Hiken, nossa antologia mensal de quadrinhos nacionais, ou já conhece mas não leu as 16 edições anteriores, pode encontrá-las no link direto abaixo:


Este mês, finalmente uma série do autor Gabriel Silva recebeu uma capa! Já por duas ou três vezes, ele esteve bem próximo, sendo até designado para ser capista e acabou dando algo errado. Uma vez com a antiga série Acidental Power Heroes e as outras com a atual, mas enfim... Máscaras da Humanidade apresenta uma fuga frenética para Ryudou!
Para começar a ler esta edição, você pode clicar na capa ao lado!

A primeira estréia fica por conta do surpreendente Fim dos Deuses, de Samuel Grativol! A busca de dois amigos para se tornarem mais fortes pois um grande desafio os aguarda! É inegável a semelhança do traço de Samuel em seu mangaká inspirador, Eiichiro Oda de One Piece, confiram!

E a segunda estréia chega com um nome estiloso, no maior estilo Samurai X: Conheçam Final Spark de Mailson Ferreira que apresentará as andanças de um antigo espadachim portador de uma espada proibida.

Em Hooligan, cada vez mais empolgante, Jayson Santos vai encaminhando a série para o clímax do arco atual, que promete muita luta para Riot e seus amigos!

Jazi Almeida conduziu Two-Sided a uma grande luta de Yui e seus amigos contra as misteriosas sombras que os perseguiam. Quem serão essas sombras? E agora Two-Sided se torna a série de mais capítulos, ao lado de Age of Guardian, que está ausente este mês.

E fechando a revista, Talento FC de Lucas Gesse começa a entrar em sua reta final. O plano que revelará toda a falcatrua por trás do campeonato brasileiro, está prestes a começar!

***

Por este mês, ficamos por aqui. Nos vemos na edição #18 no mês que vem! Boa leitura!

sábado, 25 de março de 2017

Armon Collab #05 - Cartoon Network


Pouco mais de um mês após a nossa volta aos collabs, estamos emendando mais um! Yey!! São poucas, mas divertidas artes baseadas em algum tema e desta vez o tema escolhido foi Cartoon Network! Este canal repleto de desenhos, há tempos vem nos trazendo inúmeros momentos de diversão e muitas risadas e nada mais justo do que homenagear algumas das séries exibidas por lá!

Cada um dos artistas convidados, expressou alguma das séries de acordo com a sua concepção, no seu estilo e o resultado ficou incrível! Vamos dar uma olhada? Esperamos que gostem da galeria!

E se vocês tem sugestão para nossos próximos collabs, comente ali embaixo que consideraremos a opção! Comente também quais foram suas artes favoritas nesta galeria! Até a próxima!