quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

[Novel] Simplesmente: Eu e Você! - Capitulo 04

Hey, galera! Novamente, peço desculpas pelo site estar sendo deixado de lado nesse fim de ano, não estamos parados, ok? Só estamos nos movimentando muito para ter tempo de atualizar por aqui. Estamos pensando em novas formas de movimentar todas as redes sociais e o site de forma satisfatória. Enfim, mais um capítulo da novel de Saieso Seraos. Boa leitura!


Simplesmente: Eu & Você!
Autor: Saieso Seraos
Gênero: Romance
Revisão: Érica Y. Samizava

Uma voz dos anjos
Domingo, 11 de março de 2012


# 04

Palmas, Tocantins, Brasil

Ainda tentando se recuperar dos acontecimentos passados, Roberto tentava se esgueirar da melhor maneira possível de seus pensamentos esvaídos. Ler livros, ouvir músicas e dedilhar algumas em seu violão. Algumas vezes, recorria às redes sociais, lendo mensagens compartilhadas e até mesmo escrevendo uma postagem. Em uma delas, mencionou sobre seu estado de saúde. Alguns amigos e conhecidos comentam desejando-lhe melhoras; em um desses comentários, uma pessoa diferente, não amigo na rede, comenta sua publicação, dando forças para que não desanime. Sua curiosidade foi tamanha que acabou enviando uma solicitação de amizade.

O tempo passou e nada de resposta à solicitação de amizade. A cada minuto que passava, parecia que o tempo transformava-se em uma eternidade, a ansiedade se multiplicava, não sabia o motivo, mas cada vez que pensava, a impaciência tomava conta, até que se decidiu por não mais preocupar-se com isso, afinal, nem sabia o porquê de tal comportamento. Voltou a deitar-se, pois a febre tornara a aumentar e sua pressão arterial havia caído, desta forma, pouco se mantinha em pé.

Enquanto adormecia sobre o efeito da medicação, Roberto imaginava se tudo ocorria bem com Lorena. Lembrava do amigo de trabalho que deixara em Paraíso – Sebastião Santos – dissera por mensagem que eles haviam terminado o trabalho restante e Lorena já estava no aeroporto de Palmas para embarcação à sua cidade natal – São Paulo. Antes que o sono por completo o domasse, Roberto envia uma mensagem à Lorena:

- Olá Lorena, infelizmente, não tive como ver você partir, não sei se já sabe, mas não me encontro em perfeitas condições para estar andando, mesmo assim, quero lhe desejar uma ótima viagem. Tenha cuidado e seja mais atenta (risos), também queria dizer que foi ótimo o tempo que passamos juntos, amei lhe conhecer. Todas as experiências que tiveram foram incríveis. Espero que um dia ainda possamos nos encontrar. Que a amizade continue e, como dito antes, tenha uma excelente viagem! Precisando de algo só me dizer. Bye.

Terminou a mensagem e adormeceu completamente. Por volta das 12:20pm, recebeu alertas de mensagens, mas não conseguiu despertar. Horas depois, a febre já havia cessado, Roberto levanta-se, toma um banho e se arruma para fazer um check-up no hospital. Antes de sair, pega seu celular e olha as notificações.

· Notificação 1 – Solicitação de amizade aceita.

· Notificação 2 – Novo SMS.


Roberto acessa primeira notificação e envia uma mensagem agradecendo a pessoa por tê-lo aceito em seu círculo de amizade. Em seguida, clica na segunda notificação e vê que é uma resposta de Lorena:

- Obrigada por tudo, Roberto! Por seu companheirismo, por me fazer sorrir e por suas orientações, lhe desejo melhoras e também lhe peço que, a partir de hoje, não entre mais em contato comigo, tomei uma decisão e é isso que quero, por mais que venha a sofrer com minha escolha. Vamos cortar todo laço que temos; só desejo a você toda felicidade do mundo. Adeus.

Roberto, surpreso com a resposta, imediatamente começa a digitar uma resposta, no entanto, interrompe o texto lembrando que ela havia lhe pedido para não entrar mais em contato. Resolve então, respeitar seu desejo excluindo a mensagem. Após tudo isso, vai ao hospital, faz todos os procedimentos que lhe é pedido, recebe novas medicações e retorna pra casa.

Chegando em casa, uma mensagem dá sinal em seu celular, ele olha e vê que sua nova amiga do “face” enviara uma mensagem:

- Olá Roberto, como é que você está de saúde? Alguma melhora? E não precisa agradecer pela solicitação aceita – diz Sophia.

- Olá Sophia, bem estou melhorando aos poucos, obrigado por perguntar. Ainda necessito de muito repouso e alguns cuidados, mas estou procurando fazer de tudo para que me recupere logo – responde.

- E você, como está? - pergunta Roberto.

- Vou bem na medida do possível, obrigada. Mas falando de você, procure se cuidar, menino e, aliás, ficar apurando as vistas neste celular também não é bom - diz ela.

- [Risos...] – Mas estou me cuidando, moça.

- Você me faz rir, hein? A situação é séria e você aí levando na brincadeira, cuidado jovem – finaliza ela.

- Desculpe, não estava fazendo pouco do que você estava dizendo, mas sim, pra parar de usar o celular. Pense bem, caso faça isso, vou parar de falar com a única pessoa que se importa comigo neste momento.

- Sério? É sua namorada... Suponho – diz ela.

- Não, resposta errada! A única pessoa que mostrou interesse e esteve preocupada comigo é uma pessoinha que está falando comigo neste exato momento – Você, Sophia!

Por um instante, tudo silencia. Em ambos os lados nada é dito, até que:

- [gargalhadas...] – Você me faz rir, nem estava querendo sorrir, mas você é demais, Roberto! - diz a garota.

- Ahn? - diz Roberto, sem entender direito.

- Você aí falando que me importo contigo. A gente mal começou a se falar aqui, tem menos de dois dias que nos conhecemos e já diz essas coisas, só pra me fazer rir. – complementa Sophia.

- Ok! Entendi, foi mal aí o modo de falar. – diz Roberto, com tom de descontente.

- Xiiii... Já trunfou o bico é? Estou brincando, menino - responde Sophia, enviando vários emoticons de risos.

A conversa estendeu-se por horas e horas, até chegar ao ponto de Roberto perguntar se eles poderiam conversar por sms. Um pouco desconfiada, Sophia passa seu número para Roberto. Agora, além de conversarem pela internet, passaram a se comunicar por mensagem através de uma determinada operadora. O tempo foi passando e os dois tornaram-se cada vez mais próximos. Os assuntos eram cada vez mais interessantes, de tal modo que passaram a trocar telefonemas.

Roberto, a essa altura, já havia recuperado sua saúde, fez uma nova amizade e até o seu humor melhorou, ao ponto das pessoas comentarem, dizendo que parecia mais alegre do que de costume.

Em sua primeira ligação com Sophia, Roberto teve um impacto. Não cansava de sussurrar em sua mente, dizendo:

- Aquele sorriso, o som de sua voz, tão meigo, tão gostoso de ouvir, não consigo entender, meu coração acelera cada vez que imagino o som de sua linda voz, é como se estivesse ouvindo as vozes dos anjos cantando em minha cabeça... Até o tempo parou para escutar o sussurrar de sua voz, divinamente maravilhosa e apaixonante. É, deve ser exatamente isso o que sinto, paixão, estou me apaixonando por esta garota com voz de anjo? Nossa, como é bom este sentimento.

Neste dia Roberto dormiu com um sorriso enorme no rosto. O que reservará o amanhã pra esta nova amizade? A voz de anjo continuará ressoando na cabeça de Roberto? Sophia conseguirá manter a amizade com esta nova pessoa em seu círculo de amigos?

***


Não deixe de acompanhar esta emocionante história romântica! Em breve o capitulo 5!

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário